TV JORNAL

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

SE BEBER, NÃO DIRIJA Lei Seca intensificada nas festas de fim de ano

Em quatro anos, balanço constata que infrações envolvendo consumo de bebida alcoólica reduziram no estado

Foto: Rafael Neddermeyer

Com a chegada das comemorações de fim de ano, o risco da combinação entre álcool e direção cresce. Para evitar acidentes nas estradas, as blitze da Operação Lei Seca em Pernambuco foram intensificadas. Desde o começo do mês, a fiscalização está atuando nas principais vias de acesso à rodovia BR-101. A ação acontece em parceria com a Operação Rodovida, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). A Operação Lei Seca também estará nas sextas, sábados e domingos na Estrada de Aldeia, endereço de muitas festas nos fins de semana de dezembro. Outras equipes ficam espalhas pela zonas norte e sul do Recife, além das cidades de Garanhus e Caruaru, no Agreste, e Petrolina, no Sertão do estado.

Em quatro anos de Lei Seca, mais de 1,3 mihões de condutores foram abordados em Pernambuco. As nove equipes que atuam diariamente e de forma permanente, em horários variados, permite a realização dos testes de alcoolemia pelos motoristas na tentativa de conscientizar e evitar a embriaguez ao volante. “Apesar das abordagens terem aumentado 25%, observamos que há uma redução de condutores diringido embriagado. Em contrapartida, há um aumento de motoristas com a documentação do veículo atrasada. Acredito que seja por conta de dificuldades financeiras por conta da crise”, comentou o coordenador da Lei Seca, major Luciano Nunes.

Das 115.199 multas aplicadas por infrações variadas aos motoristas nestes quatro anos, 28.489 condutores foram autuados por cometeram infração por alcoolemia (constatações de uso da bebida alcoólica, crimes e recusas ao teste do bafômetro), o que corresponde a cerca de 25% delas. No total, foram abordados 1.321.560 condutores em quatro anos. O bloqueio da operação envolve profissionais da Secretaria Estadual de Saúde, Detran-PE, Departamento de Estrada de Rodagem (DER) e da PRF.Um comparativo das infrações envolvendo o consumo de bebida alcoólica constatou uma diminuição nas infrações. Em 2012, foram 8.613 multas, enquanto em 2014, foram 6.677. Apenas em relação aos crimes de trânsito houve queda. No primeiro ano da operação, 473 motoristas cometeram crimes e em 2014, foram 308. “Isso é um reflexo de uma postura diferente adotada pelos pernambucanos”,diz o major Luciano Nunes.

Outro dado observado durante as blitze foi a redução de condutores que recusaram a ser submetidos ao teste do bafômetro. Há três anos, 7.057 motoristas se negaram fazer o teste, enquanto no ano passado o número caiu para 4.775 condutores. Já as constatações permanecem no mesmo percentual, já que pela nova legislação a tolerância é zero para a concentração de álcool no sangue.

Número de mortes apresenta redução
O número de vítimas fatais no trânsito também teve uma queda após a implantação da Operação Lei Seca. Em 2012, foram 2.088 óbitos, enquanto no ano seguinte foram resgistrados 2.004, e em 2014, 1.740 mortes. Pernambuco foi o primeiro e único estado do país que tornou a notificação de Acidentes de Transporte Terrestre obrigatória em 21 unidades de saúde (18 hospitais e 3 Unidades de Pronto-Atendimento).

Nos últimos quatro anos, o total de vítimas de acidente de trânsito se mantém nos 40 mil pacientes, anualmente, e 70% desses são motociclistas. No ano de 2012, foram atendidos 42.666 mil pacientes vítimas de acidente de trânsito, dos quais 30.276 mil foram acidentados envolvendo motos, o que corresponde a 71%. Em 2014, foram contabilizados 46.463, sendo 34.663 motociclistas, o que corresponde a 74,6%.

O gerente de fiscalização e infração de trânsito do Detran-PE, Flávio Tenório, informa que o órgão estará com 200 agentes espalhados em blitze nos litorais Sul e Norte e também no interior. “Faremos abordagens sistemáticas a qualquer hora do dia”, explicou. Segundo Tenório, o número de motoristas alcoolizados nas últimas blitze teve uma redução, enquanto a quantidade de carros apreendidos por irregularidade na documentação aumentou. “Estamos com os dois depósitos da capital e do das margens da BR-232, em Vitória de Santo Antão, lotados de carros apreendidos”.

Saiba mais

Operação Lei Seca em números

Total de condutores abordados: 1.321.560
(1.158.228 do sexo masculino / 163.332 do sexo feminino)
Testes de alcoolemia: 1.340.735
Infração por alcoolemia: 28.489 (5.520 constatações, 1.384 crimes e 21.585
recusas)
Total de multas aplicadas: 115.199
Total de multas por alcoolemia: 28.489 (25%)
CNH recolhidas: 29.789
Veículos rebocados: 15.837

Multas por alcoolemia por ano
2011: 929 (dezembro)
2012: 8.613
2013: 6.990
2014: 6.677
2015: 5.280 (até novembro/2015)
Total: 28.489 multas

Número de crimes por ano
2011: 58
2012: 473
2013: 396
2014: 308
2015: 149 (até novembro/2015)
Total: 1.384 crimes

Número de recusas ao teste do bafômetro por ano
2011: 701 (dezembro)
2012: 7.057
2013: 5.096
2014: 4.775
2015: 3.956  (até novembro/2015)
Total: 21.585

Número de constatações por ano
2011: 170 (dezembro)
2012: 1.083
2013: 1.498
2014: 1.594
2015: 1.175 (até novembro/2015)
Total: 5.520

Número de acidentado geral e motocicleta
2012: 42.666 (geral) - 30.276 (moto) - 71%
2013: 42.333 (geral) - 30.433 (moto) - 71,9%          
2014: 46.463 (geral) - 34.663 (moto) - 74,6%
2015 (até setembro): 37. 047 (geral) - 28.434 (moto) - 76,8%

Saiba Mais
- A Operação Lei Seca atua com nove equipes no estado, sendo seis, na Região
Metropolitana do Recife, e três, no interior de Pernambuco
- A operação em Pernambuco está sob a coordenação da Secretaria Estadual de
Saúde (SES) desde o dia 1º de dezembro de 2011
- As ações são realizadas diariamente em horários variados e de forma
itinerante, com a instalação de tendas e o uso de vans informatizadas
- O trabalho da Lei Seca envolve 212 profissionais. Por blitz, atuam 13
agentes de três órgãos de estado: SES, PMPE e Detran
- O Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Pernambuco (DER-PE), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e guardas municipais também atuam em parceria com a Lei Seca

0 comentários:

Postar um comentário