TV JORNAL

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Durante seminário do MuniCiência, gestores apontam consórcios como ferramentas para inovação municipal

Os consórcios são uma forma inovadora de gestão municipal.

Quinta, 10 de dezembro de 2015.


Após a divulgação das iniciativas mais votadas no MuniCiência, o Seminário de Iniciativas Inovadoras de Gestão Municipal continua na tarde desta quinta-feira, 10 de dezembro, com o painel sobre os desafios da gestão municipal para a competitividade.
O primeiro convidado a falar foi secretário do Consórcio da Mata Norte e do Agreste Setentrional de Pernambuco (Comanas), José Luiz Júnior. Em seu discurso, ele comentou que o grupo já atua há oito anos e que está sendo criada uma rede de consórcios no Estado.
Segundo o secretário, "o consórcio é fundamental, porque faz com que o gestor não pense somente no próprio umbigo. A criação do grupo traz para a gestão pública uma visão estratégica", acrescentou.

Posteriormente, o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota, comentou sobre a importância de trazer o tema dos consórcios para o evento. "Nós estamos vivendo um momento de crise, mas cortar só por cortar [os gastos] não resolve. Precisamos pensar em outras alternativas também".


Desafios
Os consórcios são uma forma inovadora de gestão municipal. Os convidados da mesa mencionaram também alguns desafios para a inovação. Entre eles, a mudança cultural na própria gestão. A secretária do Município de Pompéu, em Minas Gerais, acredita que somente a partir de uma vontade interna podem ser construídas boas práticas municipais.



Foi isso que aconteceu com a cidade de Ubatuba (SP). "Nós não tínhamos um setor de tecnologia na prefeitura. A gente percebeu que com tecnologia podia trazer para perto outras áreas e inovar juntos", explicou o secretário municipal de tecnologia da informação, Pedro Seno. Hoje a área apoia outros assuntos como a abertura de empresas e gestão tributária, não ficando restrita à sua função.



Mais criatividade
Na avaliação do prefeito de Bom Despacho (MG), Fernando Cabral, um dos itens essenciais para inovação é a criatividade. "O gestor precisa ter essa visão criativa. Às vezes é mais interessante você corrigir uma curva perigosa na estrada do que investir em mais ambulâncias, por exemplo", argumentou.

Ao final de sua fala ele destacou ainda que esse é um risco que os gestores correm, mas que vale a pena. "A única forma de não errar é você ficar parado. Se você parado, você não cria".

0 comentários:

Postar um comentário