TV JORNAL

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

FOMOS NA SERRA DOS JARDINS EM VERTENTE DO LÉRIO CONFIRA...

Experiências, causos e o olhar das famílias da Serra dos Jardins em Vertente do Lério

Por Kaline Aragão
Data: 13/ 10/2014
VERTENTE DO LÉRIO
Foto: Kaline Aragão | Jornal cambucá Informa

Hoje vamos falar de uma história curiosa, contada por populares que moram nas proximidades da Serra dos Jardins, Distrito da cidade de Vertente do Lério, os causos e o olhar dos moradores da Serra.

Quando criança dona Francisca dos Anjos, a caçula de sete irmãos, mora bem próximo do Sítio Bela Vista, mas conhecido como “Pá virada”, ouvia os mais velhos, que por volta dos anos 1950, não se sabe ao certo nem o mês e nem o dia, que a terra começou a rachar, tremer e ceder. Era noite e as poucas pessoas que moravam naquelas redondezas acordaram assustadas, os canecos que antes ficavam suspensos na parede, caíram todos no chão. Um dos moradores, conhecido com Antônio Florêncio, ao sentir o tremor da terra, levantou da rede onde dormia, cortou os punhos da mesma e saiu correndo, mundo a fora com a rede embaixo do braço.

Quanto tempo demorou o “terremoto”, isso também não se sabe, o que
se sabe, é que o susto foi tão grande, que até o padre foi rezar a terra e muitas pessoas de longe foram até lá, para ver a terra da pá virada, completamente revirada. Alguns moradores por segurança foram embora naqueles dias, com medo de morrer, e profissionais apareceram para estudar e examinar o solo, mas nunca apareceu um diagnóstico, ficou só na curiosidade mesmo. “Antigamente, não tínhamos informação, qualquer coisa que acontecia achávamos que o mundo ia acabar”, conta dona Francisca.

Tanto o nome Serra dos Jardins como Bela Vista, fazem jus ao local, o clima é ameno e para onde você olha, o verde dos jardins tomam conta do seu olhar, a vista, também é muita bela para quem sabe apreciar uma boa paisagem, de lá da para ver outras cidades como Surubim e Santa Maria do Cambucá. Segundo Denize dos Anjos, a Serra está sendo entre projetos para entrar na Rota do turismo agro ecológico, “mas, ainda é necessário revitalizar algumas coisas para o projeto iniciar, não sabemos quanto tempo vai demorar”.


Uma das festas mais tradicionais é a de São Sebastião no dia 19 de janeiro, as pessoas saem em procissão até o cruzeiro. Antigamente só havia um carro de som com uma difusora e as pessoas iam até lá pedir as músicas para oferecer a namorada, a uma moça, era um tempo que nem energia tinha. Com o passar dos anos chegou uma banda de pífano da Serra mesmo e hoje, já chegaram à festa as bandas de forró “tradicionais”.

A origem do nome Pá Virada, dizem que deve ser por conta do ocorrido em meados dos anos 50. Atualmente moram várias famílias por lá, cada um com suas histórias, causos e contos. Não perca e não deixe de visitar, Serra dos Jardins em Vertente do Lério.

Gostaria de agradecer em especial a Denize dos Anjos, funcionária do Sindicato Rural do Trabalhadores em Vertente do Lério, que nos ajudou a chegar na Serra do Jardins, nos levou até os moradores do local e nos contou muitas, muitas histórias.

 O nosso muito obrigada!




.



1 comentários:

  1. Que Maravilha! Minha Vó e toda sua família nasceram lá ! Tive a oportunidade e privilegio de conhecer e me apaixonei! Lugar especial e pessoas únicas com sua simplicidade e acolhimento inigualável. Peço a Deus que cuide e abençoe todos daquele lugar. Voltarei assim que possível. Há mais uma curiosidade quando acordei o frio era grande e abri a porta da casa e a nevoa era tão intensa que se confundia com as nuvem do céu. lindo demais!!!!! Amei

    ResponderExcluir