TV JORNAL

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Saiba como levar a garotada na garupa da moto

Fique atento aos cuidados e às regras necessárias para transportar crianças no veículo

Está cada vez mais comum ver nas ruas crianças andando na garupa de motos, sem o mínimo de proteção e muitas vezes, pior ainda, espremidas entre duas pessoas. Apesar de ser um veículo prático, a motocicleta pode ser uma grande vilã. Por isso, além de seguir as leis de trânsito corretamente, o condutor deve ter um cuidado especial ao carregar o passageiro menor na moto, principalmente quando se trata de uma criança. 

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) alerta, no artigo 244, que quem conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor transportando criança menor de sete anos está cometendo uma infração gravíssima, no qual resulta numa multa de R$ 191,54 e sete pontos na habilitação, além de perder o direito de dirigir. Como medida administrativa, a CNH também é recolhida.

O instrutor de pilotagem do Centro de Treinamento da Honda, Sérgio Cassoli, explica a importância das crianças ficarem longe das partes móveis da moto, ao se acomodar no veículo. "Partes quentes ou móveis como escapamento e as rodas devem ficar longe do garupa, porque podem causar uma queimadura ou acidente durante o trajeto", conta. Cassoli ainda enfatiza o tamanho do capacete infantil. "Os capacetes dos adultos variam do 56 ao 64, mas o número ideal para a criança é o 54", finaliza.


Não faça como eles...



Faça assim

1. A criança precisa ter no mínimo 7 anos

2. O uso do capacete deve ser apropriado ao tamanho de sua cabeça. Modelos de adultos ficam folgados e, em caso de acidente, o capacete pode soltar da cabeça


3. Respeite o tamanho da criança – mesmo que ela tenha sete anos, certifique-se de que ela alcança os pés nas pedaleiras e, mais importante, possui condições físicas de se segurar

4. Pés soltos podem causar acidentes em rodas, correntes e queimaduras nos escapamentos


5. O ideal são roupas e calçados adequados para andar em motocicletas – equipamentos de proteção como jaquetas, luvas, calças e botas nunca são demais

6. Oriente a criança quanto ao correto ponto de se segurar, que neste caso é na cintura do piloto. Também ensine a acompanhar os movimentos de corpo de quem pilota a motocicleta. Além disso, informe sobre freadas e acelerações onde o corpo costuma se movimentar e é necessário segurar mais forte


7. Caso a criança esteja tensa ou com medo, evite levá-la na motocicleta, respeite seus sentimentos, pois ela pode se assustar e tomar decisões imprevisíveis

8. A pequena deve estar posicionada no banco traseiro da moto, nunca no tanque ou entre duas pessoas. Além de ilegal, é perigoso!


Fonte: CTB/Cesvi Brasil

0 comentários:

Postar um comentário