TV JORNAL

segunda-feira, 14 de abril de 2014

EMPRESA COMEÇA A FAZER TESTES DO PRIMEIRO CARRO VOADOR

O veículo deve ser comercializado em cinco anos, mas a empresa ainda espera uma primeira compra para realizar a produção em série.


 Foto: Divulgação/UrbanAero.
O longa “De volta para o futuro 2″, de 1989, imaginava que estaríamos pilotando carros voadores pelas ruas em 2015. A trama de Robert Zemeckis pode ter inspirado uma empresa israelense para colocar esse veículos em circulação.
O carro voador está sendo desenvolvido pela Tactical Robotics, uma subsidiária da UrbanAero. No mês passado eles conseguiram realizar voos de testes com sucesso. Batizado de Air Mule, o carro terá um custo de US$ 2,5 milhões por unidade e ganhará demonstrações agendadas no próximo ano.

Projetado inicialmente para uso militar, o AirMule deverá ser comercializado para empresas civis. Seu principal propósito será o transporte aéreo de pessoas feridas e extinção de incêndios. O carro na verdade é uma aeronave de ventoinha sem rotor não tripulada, que é baseada em um projeto sem sucesso do exército dos EUA da década de 1960, chamado de Piasecki VZ-8 Airgeep.
Melhor que helicóptero
“No início, as pessoas riam de nós”, disse o engenheiro Rafi Yoeli, fundador da UrbanAero, ao site NoCamels. “As pessoas pensavam que estávamos loucos, perguntando como poderíamos nos aventurar nisso após o fracasso de outros programas. Mas o nosso sucesso os pegou de surpresa”. A ideia do AirMule é chegar em locais de difícil acesso, onde helicópteros não conseguem realizar manobras.
Assim como os helicópteros, o AirMule decola e aterrissa verticalmente; no entanto, ele não tem as pás do rotor expostas, já que os seus rotores são embutidos. Com apenas três metros de comprimento, o veículo tem apenas um quinto do tamanho de um helicóptero médio, o que facilita a entrada em espaços menores.
O AirMule voará com combustível de jato e será tripulado a partir de uma sala de operações central. Com a ajuda de câmeras de vídeo e um ponto marcado descrito pela parte receptora, o veículo aterrissará com sucesso no seu destino.
A aeronave pode percorrer uma distância de voo de 100 quilômetros ou uma hora e tem capacidade de transportar 500 quilos de carga. O aparelho poderia servir como uma ambulância voadora, trazendo os feridos de uma batalha, ou ainda para entregar cargas. Poderia também ser utilizada para apagar incêndios e possui uma capacidade de mil galões de água.
Versão tripulada no futuro
A UrbanAero também está desenvolvendo o X-HAWK, que é uma versão tripulada do AirMule, apenas 50% maior, de forma que um ser humano conseguiria pilotá-lo. Ainda não há prazo para este primeiro modelo ser testado.


Fonte: http://blogs.ne10.uol.com.br/mundobit/2014/04/13/empresa-comeca-fazer-testes-primeiro-carro-voador/

0 comentários:

Postar um comentário