TV JORNAL

domingo, 10 de junho de 2012

O sorriso cruza a linha de chegada PARABÉNS

Pernambucano e SANTA-MARIENSE Jaciel Paulino reencontrou no paratletismo o caminho para vencer na vida e no esporte... UM EXEMPLO A SER SEGUIDO!



Foi na cidade de Santa Maria do Cambucá, no interior de Pernambuco, que Jaciel Antônio Paulino nasceu. Tricampeão da Corrida de São Silvestre na categoria cadeirantes, mas ainda desconhecido por muitos conterrâneos, logo teve que se mudar para o Sudeste, em busca de uma cura. É que há 34 anos e a 160 quilômetros da capital, Jaciel viu-se envolto a um drama pessoal. Quando começou a dar os primeiros passos, aos dois anos de vida, ele foi diagnosticado com poliomielite, uma grave doença viral que pode causar paralisia e deformações no corpo. “Os médicos me desenganaram para os meus pais, disseram que morreria”, relembrou.


Sem muitos recursos e perspectivas de atendimento de saúde rápido e eficaz, pelas limitações de sua pequena cidade natal, a escolha de seus pais de irem até São Paulo era urgente. E a urgência para ajudar o filho se sobrepôs às limitações financeiras deles, que com muito esforço, conseguiram chegar até o litoral paulista, em Santos. "Meu pai trabalhava como pedreiro e minha mãe como servente em uma escola. Quando fiquei doente, eles contam que em Santa Maria eu não podia ficar. Foi aí que decidiram ir até Santos tentar ajuda médica e lá começamos do zero", contou o paratleta.



Três décadas se passaram, a cura veio, porém com algumas sequelas. Jaciel perdeu os movimentos das pernas, mas diferente do que convencionalmente se pode lamentar, o pernambucano de 38 anos descobriu na deficiência, mil motivos para sorrir. E os sorrisos vieram do esporte, prática responsável quase sempre pela superação que cada um guarda dentro de si, mas muitas vezes não saber ser possível exercitar. "Normalmente o esporte é o primeiro passo depois desse novo acontecimento na sua vida e foi para ele a minha grande entrega em todos esses anos", disse.



Entrega que trouxe resultados importantes em sua carreira. O basquete foi a primeira modalidade praticada por Jaciel. "Os cadeirantes costumam sentir muito receio de ter maiores sequelas, como o sobrepeso. Eu fui para o basquete na busca pela qualidade de vida, mas era péssimo nas finalizações", relembrou.



No desporto, permaneceu por 7 anos, quando encantou-se por outra modalidade: o paratletismo. E foi por ele o maior reconhecimento de Jaciel. "Eu me encantei com o fato de no atletismo você depender exclusivamente do seu esforço, tendo que suar para alcançar", falou. "Era uma coisa muito diferente do basquete, em que os bons resultados dependem da coletividade", explicou.


ConquistasTricampeão da São Silvestre (2007,2009,2011)
Bicampeão Volta da Pampulha (2007 e 2008)
Vice-campeão Maratona Punta Del Este (2009)
Campeão da Maratona de Foz do Iguaçu
Bicampeão Maratona de São Paulo
Campeão Meia-maratona Internacional de Miami (2010)
Campeão da Maratona de Porto Alegre
Campeão da Maratona de Curitiba

0 comentários:

Postar um comentário